segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Movimento



O tempo escorre como água.
A vida passa como vento.
Rajadas de ar,
Às vezes frias, às vezes quentes.
Relâmpagos de dor,
O sofrimento desacelera.

A areia da ampulheta não termina,
Girá-la não adianta.
Nada nunca irá parar,
O movimento é a condição.

Pulso infinito,
Corrente constante,
Tremor trepidante,
O universo é ato.

2 comentários:

vivi disse...

"O tempo escorre como água."

isso é bem verdade e até me lembra uma música; eu não vou me adaptar [/melhor na voz do nando reis;D]

adorei o texto (y)

ARCANO disse...

Ah, o tempo.